DefenSea Consultoria encerra sua participação na 1ª RIDEX 2018 com a visita de diversas autoridades

A primeira RIDEX (Rio International Defense Exhibition) terminou neste 29/junho e a DefenSea Consultoria teve a oportunidade de receber a visita de diversas autoridades que atuam na área de Defesa, inclusive do Almirante de Esquadra Leal Ferreira, Comandante da Marinha.

Durante o evento, a DefenSea Consultoria pôde divulgar aos visitantes a sua participação na concorrência internacional para a construção de 4 (quatro) corvetas da classe Tamandaré, na forma de assessoria à empresa turca STM, atuando principalmente na área de logística e na captação de empresas brasileiras interessadas em fornecer produtos e serviços para este relevante projeto da Marinha do Brasil.

Desde a sua fundação, em 2012, a DefenSea Consultoria propõe-se a conectar empresas internacionais e nacionais, formando parcerias para o desenvolvimento de projetos nas áreas de defesa, principalmente naval, e atividades marítimas, que produzam benefícios para todos os envolvidos, com a adoção de soluções tecnológicas inovadoras para o Brasil.

Certamente, a participação de empresas brasileiras neste projeto contribuirá para alavancar o desenvolvimento da indústria naval no país, criando muitos empregos, principalmente no estado do Rio de Janeiro, onde o estaleiro Brasfels, sediado na cidade de Angra dos Reis, está apto a construir as corvetas classe Tamandaré. O Brasfels é parceiro da STM neste projeto e está localizado na área do extinto estaleiro Verolme, onde foram construídas corvetas da classe Inhaúma, ainda em operação na Marinha do Brasil.

As autoridades puderam conhecer as características da corveta classe Ada, em operação na Marinha turca desde 2011, que serviu de base para a proposta apresentada pela STM à Marinha do Brasil. Os navios desta classe já operaram com sucesso em diversos teatros de operação, inclusive em toda costa da África, onde permaneceram por cerca de 3 meses contínuos em conjunto com navios de marinhas de outros países da OTAN.

O projeto denominado BRASCOR pela STM tem casco com características Stealth e incorpora equipamentos no estado da arte, atendendo todos os requisitos estabelecidos pela Marinha do Brasil.

Comments are closed.